O Caminho do Traidor

Coruscant

Três anos se passaram desde que os Sith reapareceram em Nar Shaddaa e Tatooine, e agora todos os antigos aprendizes se tornaram Cavaleiros Jedi e Rett Solo foi promovido a capitão após a missão em Korriban.

Todos se reúnem novamente para festividades em Coruscant quando estas são interrompidas pelo assassinato de um casal de assessores de um senador da República. Escalados para investigar o acontecimento, eles terminam evitando uma tentativa de assassinato de Aki Kamat, Senador de Taris, em um ataque na sua residência. Mas, infelizmente, não conseguem impedir que uma assassina misteriosa mate a esposa e a filha do Senador. A assassina é morta pelos Jedi.

Descobrem que o Senador e um grupo de nobres vinham desviando recursos para comprar armas e naves de guerra. Entretanto, o Senador resolvera confessar sua participação na trama, e por isso, assassinos foram enviados para eliminá-lo. Entretanto, sem provas – apagadas pela misteriosa assassina – e assustado pela morte de sua família, o Senador recusa-se a confessar.

Taris

Em Taris, eles começam a desvendar uma conspiração ligando nobres do nível superior contra a República, interessados em reerguer Taris a sua antiga glória de tempos passados e revoltados com a República e os avanços dos moradores dos níveis inferiores. E que aparentemente esses nobres estão sendo ajudados pelos Sith.

Sondo Bratt, Noza Vox e Brave Radd são falsamente acusados da morte de Lady Allana Lannaris, outra das conspiradoras.

Noryn Radd e Stark são mortos por uma Bruxa Sith, enquanto investigavam a influencia Sith sobre os nobres tarisienses.

Os outros Jedi descobrem que a única testemunha que pode inocentá-los é um jovem padawan Jedi chamado Savanera Doem . Mas Savanera foi capturado por mercenários e vendido para escravocatas.

Lusto e Noza roubam uma nave dos conspiradores Tarisienses, a Stormbringer, e partem para resgatar Savanera.

Nar Shaddaa

Lusto contrata a mandaloriana Kad A´den para descobrir onde está Savanera. Seguindo o rastro dos escravocatas, a mandaloriana Kad A´den descobre a nave que transportara os prisioneiros: uma antigo cruzador de guerra mandaloriano pertencente a Krag Nill, escravagista que, durante as guerras mandalorianas, fora conhecido como o Carniceiro de Taris. Kad A´den arranja um emprego na nave escravagista e descobre que os Jedi haviam sido vendidos para Krova The Hutt, que pretendia usá-lo nas lutas de gladiadores na arena de seu cassino na Lua dos Contrabandistas.

Ela e Noza infiltram-se no Cassino de Krova e se unem a uma Jedi miraluka Ravenna, para resgatar Savanera. Eles conseguem resgatar Savanera e destruir o cassino de Krova. Com a libertação de Savanera, Noza, Sondo e Brave são inocentados.

Anzat

Seguindo uma pista encontrada por Lusto, o grupo se infiltra em uma base espacial no sistema Anzat em busca do mercador Anzat Praz Tyrir, que controlaria uma rede de envio de mercadorias para os Sith.

O grupo se inflitra na Base Espacial Anzat onde enfrentam a Bruxa Sith que havia assassinado Norin e Stark. Descobrem que as mercadorias seguem uma rota em direção a um planeta abandonado no Outer Rim, chamado Wayland.

Ao tentar escapar da base, enfrentam dois guerreiros Morgukai, conseguindo matar um deles. O outro consegue escapar. Além disso, Ravenna encontra e liberta sua mestra em uma prisão.

Avisando a República da iminência de uma invasão Sith a partir do Outer Rim, Noza Vox parte para responder a um chamado de Mestre Kad Gizai. Enquanto isso, o resto do grupo busca para descobrir pistas que levem a identidade do traidor Jedi que provocou a Guerra Mandaloriana.

Regiões Desconhecidas

Ao tentar resgatar sua mestra, Lusto descobre que as Guerras Mandalorianas podem ter sido provocadas por um traidor Jedi. Seguindo essa pista, Lusto,, A´den, Ravenna e mais Kel Ku um mercenário Rodian contratado por A´den, seguem para um planeta fora de todas as rotas comerciais, situado além do Outer Rim, nas regiões desconhecidas.

Esse planeta é governado por uma seita religiosa dark side cujos preceitos giram em torno da clonagem como meio para alcançar a imortalidade. Tendo descoberto que a seita efetuou serviços para o traidor Jedi e assim saberia sua identidade, Lusto e Ravena resolvem confrontá-los, mas é A´den quem provoca uma briga, desafiando a campeã do líder da seita.

Ela derrota a assassina Jynx e descobre que o nome do Jedi Traidor: Kad Gizai, o mestre de Noza Vox, que contratara a Seita para provocar uma guerra com os Mandalorianos. Sob seu comando, a seita dark side clonou uma cópia da desaparecida Grande Mestre Jedi Nomi Sunrider. Este clone desafiou os Mandalorianos para um combate ritual para provar quem seriam os maiores guerreiros da Galáxia. O filho de Mandalore respondeu ao desafio e foi morto pela falsa Nomi Sunrider. Dessa forma lançando a faísca do que provocou os mandalorianos a atacar a República.

O grupo programa um salto espacial para avisar o Conselho Jedi da traição de Kad Gizai, mas recebe uma mensagem de Noza Vox, que estava com Mestre Kad Gizai, e que ainda não sabia da traição de seu mestre, dizendo que ele e Kad Gizai estão se dirigindo para Ossus, onde estaria a ruína da principal biblioteca dos Jedi.

Duelo em Ossus

Em Ossus, Mestre Kad Gizai e Noza Vox chegam aos escombros da Grande Biblioteca Jedi. Mestre Gizai localiza o ponto onde se encontra uma antiga árvore e sob ela encontra alguns lightsabers e artefatos, incluindo um antigo Holocron que brilha com uma luz vermelha.

Noza Vox sente um distúrbio na Força, que aumenta quando Mestre Kad Gizai segura o Holocron. É como se a árvore gritasse “Afaste-se!”. Noza então tem uma vião de guerra e destruição e de um jedi encapuzado segurando o Holocron. Seu rosto não pode ser visto por trás de uma máscara.

Noza avisa a Mestre Kad que devem deixar o Holocron onde estava. Mas este se vira e diz que passou os últimos anos buscando a localização do Holocron de Mestre Ood Bnar. Noza diz que não pode permitir que o Holocron saia daquela sala, pois sente que ele servirá a um grande mal. Noza sente cada vez mais a presença do Lado Negro da Força aumentando. Nesse momento, ele recebe a comunicação de Lusto, falando que Mestre Gizai é o traidor do Conselho. Surpreso, mas sentindo que aquilo é a verdade, Noza questiona Mestre Kad Gizai.

Este tenta explicar que provocou a guerra com os mandalorianos para unir os Jedi, pois percebera que as divisões entre os Jedi que não aceitavam a liderança do Conselho permitiam que o Lado Negro da Força se inflistrasse no seio dos Jedi, como acontecera com Freedon Nadd, Exar Kun e Ulic Qel-Droma. O único meio de unir os Jedi seria apresentar um inimigo em comum, capaz de ameaçar a República. Os Mandalorianos estavam se expandindo no Outer Rim e, graças a cultura de combate deles, seria fácil provocá-los a atacar os Jedi para provarem sua capacidade de luta. Ele insiste que fez tudo por uma boa causa, para impedir que o Lado Negro corrompesse os Jedi.

Ele culpa o Conselho Jedi, pois o resto do Conselho Jedi resolveu não intervir na Guerra Mandaloriana. Mas diz que agora irá consertar seu erro, recuperando o Holocron de Mestre Ood Bnar, em que este guardou os segredos de como enfrentar o Lado Negro da Força para descobrir como derrotar a nascente ameaça Sith. Ele diz que Noza pode se unir a ele para salvar a República ou então Noza é um dos inimigos que serve ao Lado Negro e deve ser destruído, mesmo que isso o entristeça.

Noza e Mestre Kad sacam seus lightsabers. A chegada da nave de A´den, com Lusto, Ravenna e Kel Ku, equilibra o combate, pois o domínio da Força de Mestre Kad é grande.

Enquanto os jedis combatem Mestre Gizai. A´den enfrenta o segundo guerreiro Morgukai a serviço dos Sith, que os seguira da Base Espacial Anzat até Ossus e consegue vencê-lo.

Kel Ku consegue acertar Mestre Kad Gizai com um tiro a distância, enquanto esse enfrenta Noza, Lusto e Ravena em um combate de lightsabers. Mestre Gizai é ferido mortalmente, mas o combate é interrompido pela chegada de uma nova nave.

Da nave, saem Malak e outros três Sith. Ao ver o Holocron de Ood Bnar, Malak exige que eles o entreguem. Noza, já bastante ferido pelo combate com seu mestre, é morto por um dos Sith ao tentar evitar que ele capture o Holocron, e Ravena cai após receber um golpe de um dos Sith.

Enquanto Lusto, o único jedi ainda em pé, distrai os Sith, A´den e Kel Ku pegam o Holocron de Ood Bnar, carregam a desacordada Jedi Miraluka e fogem para a nave de Lusto, a Stormbringer.

Para dar chance para eles escaparem, Lusto conjura uma ilusão do Holocron e se entrega ao Sith. Kad A´den e o Rodian partem, levando a desacordada Ravenna e o verdadeiro Holocron.

Endnotes


  • O objetivo era que Taris se tornasse o foco de um combate entre Dark Jedi separatistas e os personagens. Tinha escolhido Taris por ser o planeta em que começa o videogame Knights of the Old Republic e no videogame o planeta foi ocupado durante as guerras mandalorianas. Por coincidência, na mesma época começaram a sair os quadrinhos de Zayne Carrick (KOTOR) que também tinham Taris como localização inicial e a história era bastante diferente.
  • Os Sith chegaram tão rápido a Ossus, porque estavam seguindo a nave de Kad A´den desde de Wayland, usando um localizador colocado pelo guerreiro morgukai na Base Espacial Anzat. O localizador só seria descoberto em Phindar, na 3a Temporada.
  • Muitas mortes de pcs: Noryn Radd, Stark e Noza Vox; e jogadores deixando de jogar: Rett Solo, Lusto, Sondo Bratt e Brave Radd. Com isso todos os personagens originais da primeira temporada estavam mortos ou sumidos. Rett iria retornar na quarta temporada.
  • Vários novos personagens nessa temporada: Savanera Doem, Kad A´den, Ravenna e Kel Ku.
  • A Stormbringer que depois se tornou a Innocence foi roubada dos estaleiros dos conspiradores de Taris e acabou nas mãos de A´den e Kel Ku após os eventos de Ossus.

O Caminho do Traidor

Kotor HouseWayne HouseWayne